Harvard cria bermuda robótica

Pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, desenvolveram um exoesqueleto que ajuda os usuários a andar ou correr com menos esforço. Usado na cintura, o equipamento pesa cerca de 5 quilos e tem autonomia para aproximadamente 8 quilômetros de caminhada, antes de precisar ser recarregado. Ele detecta a movimentação do usuário e usa um sistema de cabos para aplicar força, complementando o movimento dos músculos. Com auxílio do aparelho o gasto de energia é reduzido em 9% nas caminhadas e 4% nas corridas. A invenção deverá auxiliar pessoas portadoras de deficiência ou com dificuldades de locomoção. A bermuda robótica já foi licenciada e deve ser lançada no mercado americano nos próximos meses.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.


RECOMENDADO PARA VOCÊ