Ladrão de banco é identificado após usar patinete da Uber em fuga

Se existir uma escola de ladrões, uma das primeiras lições do curso deve ser a de evitar deixar rastros de um crime. Foi exatamente esta lição que um rapaz de 19 anos ignorou ao assaltar um banco na cidade de Austin, nos Estados Unidos, e fugir do local utilizando um patinete elétrico da Uber com sua conta pessoal.

Luca Mangiaro é acusado de roubar uma filial do banco BBVA Compass no dia 18 de dezembro, entregando um bilhete ao caixa com a ordem de entrega do dinheiro. Como explica o jornal Statesman, de Austin, ele conseguiu deixar o estabelecimento com o dinheiro, mas logo foi pego pela polícia pelo pequeno deslize de usar um serviço com todas as suas informações pessoais para deixar o local.

Reprodução

Gravações feitas com câmeras de segurança mostraram o ladrão alugando um patinete Jump, da Uber, que se tornaram comuns em várias cidades dos EUA. A partir daí, bastou que a polícia contatasse a Uber para obter os dados do usuário registrado nas imagens e ficou bem fácil rastrear o autor do crime.

O contato com a Uber forneceu o nome de Mangiarano, junto de seu endereço, número de cartão de crédito, além dos horários em que ele usou o patinete da Jump e o trajeto que ele fez ao deixar a cena do crime. Para completar, o patinete foi encontrado em frente ao apartamento do rapaz, e os dados obtidos com sua operadora de telefonia mostraram que ele estava perto da cena do crime no momento do assalto.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ