Justiça proíbe jogo 'Bully' no Rio Grande do Sul

Game coloca jogador no papel de estudante norte-americano em escola perturbada.

O Ministério Público do Rio Grande do Sul anunciou nesta terça, 8, que o jogo de videogame "Bully" está proibido no estado e a empresa JPF Magazine está proibida de importar, distribuir e comercializar o produto.

A decisão judicial determina que sites e lojas suspendam a comercialização e as propagandas do jogo em um prazo de 30 dias. Paulo Roberto de Rugiero, da JPF Magazine, diz que a empresa vai acatar a decisão. Ele diz que à época do lançamento de "Bully", em 2006, outras empresas brasileiras também importaram o jogo. 

Compras na internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar




RECOMENDADO PARA VOCÊ