Motoristas da Uber acusados de estupro

Desde que o serviço de transporte da Uber começou a funcionar nos Estados Unidos, inúmeros casos de estupro foram relatados em todo o mundo. Segundo uma investigação do site Intercept, de 2016 a 2018, foram registrados pelo menos 70 casos de pessoas que relataram ter sido vítimas de algum tipo de violência sexual em táxis e veículos de transporte particular. Na semana passada mais um caso foi julgado na corte norte-americana. A Justiça condenou um motorista do aplicativo acusado de estupro. O caso aconteceu em fevereiro deste ano, próximo à cidade de Filadélfia, nos Estados Unidos; a vítima estava embriagada e foi estuprada após passar mal no carro. No Brasil, um motorista da Uber está preso suspeito de estuprar uma passageira na zona oeste da capital paulista no último dia 10. Investigadores apuram se ex-funcionário do app dopou a vítima após oferecer água com pré-anestésico. Em nota, a Uber lamentou o crime que foi cometido em São Paulo e afirmou que já está colaborando com as autoridades no curso das investigações.

Compras na internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar


RECOMENDADO PARA VOCÊ