Uber lança recurso de segurança em universidades após a morte de estudante

Após uma jovem ser assassinada ao entrar no carro errado achando que era um Uber, a empresa começa a montar áreas de segurança em campus universitários

A morte de Samantha Josephson, de 21 anos, tornou-se um (outro) alerta sobre a segurança em torno dos aplicativos de mobilidade. A Uber, envolvida nesse caso, respondeu ao acontecimento disponibilizando um novo recurso. A partir de hoje, o serviço enviará notificações push contendo mais detalhes sobre o motorista. Um banner no programa também lembrará as pessoas para confirmar que estão entrando no carro correto.

Samantha era uma estudante da Universidade da Carolina do Sul, nos EUA, que foi assassinada após entrar em um veículo que acreditava ser um Uber. O caso chocou o a todos e a nova política de segurança será disponibilizada em todo o país já nos próximos dias. A nova notificação push envia um alerta para os telefones dos usuários, que lhes dizem para verificar a placa do veículo, o modelo e a foto do motorista para confirmar a identidade dos mesmos.

Além disso, uma parceria com a universidade onde ocorreu o crime permitirá a criação de áreas de embarque mais seguras, bem iluminadas e com policiais nas proximidades. A Uber também está criando uma nova ferramenta chamada "Campus Rides", que fornecerá um sistema de caronas em torno do campus instituição, quando outras opções não estiverem disponíveis. A Uber planeja trabalhar com outras escolas nos EUA para criar serviços semelhantes. 

Via: Engadget

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ