3G na mira dos hackers

400 tipos de vírus já foram especialmente desenvolvidos para atingir essa tecnologia

Os hackers já estão de olho na nova leva de consumidores que aderiram aos celulares 3G ou Terceira Geração, ou seja, aos aparelhos que permitem conectar-se à Internet em alta velocidade.  Cerca de 400 tipos de vírus já foram especialmente desenvolvidos para atingir essa tecnologia que permite downloads e conversas por vídeo-conferência.

Segundo Jean Ubiratan, analista de segurança da informação da PBI Informática, “o alvo desses criminosos digitais serão o bem mais valioso da atualidade: a informação. Dados de pessoas físicas e empresas podem ser ‘pescados’ através desses vírus”, adianta Jean. Ele afirma que, embora ainda não exista um grande número de pessoas atingidas pelo problema, a tendência é o crescimento dessas ameaças com a popularização de aparelhos como os smarthphones. Embora utilizados em sua maioria para armazenar dados corporativos, esses equipamentos não possuem políticas de segurança nem programas de antivírus e firewall.

Além da instalação de softwares especiais, será necessário adotar outros cuidados, principalmente com o bluetooth, tecnologia que permite a troca de informações entre aparelhos através de uma freqüência de rádio de curto alcance. “O ideal é que fique ativo só quando está sendo utilizado”, alerta.

Compras na internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar




RECOMENDADO PARA VOCÊ