Sistema da Microsoft permite controlar cadeiras de rodas com os olhos

Antes de falecer, o físico inglês Stephen Hawking passou boa parte de sua vida em uma cadeira de rodas. Por causa da Esclerose Lateral Amiotrófica, ele foi perdendo lentamente os movimentos do corpo, mas mesmo no fim da vida ainda conseguia usar os olhos para controlar os movimentos de sua cadeira. E a Microsoft tem um projeto de pesquisa que promete deixar esse tipo de tecnologia ainda mais acessível. 

Usando componentes eletrônicos de custo relativamente baixo, a empresa está desenvolvendo um sistema de controle ocular para cadeiras elétricas. O principal componente desse sistema é uma câmera com capacidade de rastreamento ocular. A gente já falou dessa tecnologia por aqui - ela permite que os computadores entendam para onde seu usuário está olhando, e usem essa informação para interagir com sistemas.   

Pois é. Quando essa câmera é conectada a um computador com esse sistema, ela transforma os olhos do usuário em um ponteiro. E com o sistema desenvolvido pela empresa, esse ponteiro consegue controlar a movimentação da cadeira elétrica. É uma forma de que pacientes cuja mobilidade já está muito limitada retomem um nível de controle sobre seu próprio deslocamento. O sistema permite até que a pessoa deixe salvos alguns percursos que costuma fazer com regularidade. A empresa chama esses percursos salvos de "macros de movimento".

Com esse recurso, os usuários conseguem deixar a cadeira andando sem precisar olhar constantemente para o painel de controle. Mas e se a pessoa estiver controlando a cadeira com os olhos e de repente ouvir um barulho e desviar o olhar do controle? Nesse caso, existe uma salvaguarda do sistema que impede que a cadeira se mova sem que seu controlador deseje.

Esse é um projeto de pesquisa da empresa, e não necessáriamente com fins comerciais. Ou seja: a ideia não é criar uma cadeira inteligente que possa ser vendida para algumas pessoas, mas sim um sistema que possa ser implementado em qualquer cadeira elétrica e cujo controle possa ser instalado em qualquer computador. E para isso, a empresa precisa de toda a ajuda com que puder contar. Por isso, muitos dos códigos que a empresa usa no projeto podem ser vistos pela internet, e a tendência é que todo o projeto seja feita de maneira open source.

Ou seja: talvez você também tenha algo a contribuir com o projeto. Se interessou? você pode procurar pelo "Eye Drive" no GitHub: essa é a base da tecnologia que a Microsoft está usando no projeto. Quem sabe? Talvez com um pouco de conhecimento técnico e a motivação certa, você consiga tornar a solução ainda melhor.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.


RECOMENDADO PARA VOCÊ