Falcon Heavy: missão bem-sucedida

O Falcon Heavy acabou saindo bem mais tarde do que previsto, mas o lançamento foi um sucesso. O mais poderoso foguete da SpaceX decolou da base de Cabo Canaveral na Flórida sem ninguém a bordo, numa operação controlada à distância. O foguete levou ao espaço uma carga variada, que incluía 24 satélites, uma vela espacial e um relógio atômico. Alguns minutos depois de alcançar o limite da atmosfera terrestre, os propulsores do foguete se separaram. Dois deles voltaram à base da Nasa, pousando perfeitamente no local de origem. Já o terceiro motor – o maior deles – tinha previsão de pousar numa balsa posicionada em alto-mar no litoral da Florida. Só que essa última operação acabou apresentado problemas. O foguete passou direto pela balsa e afundou nas águas do oceano. Mas, se um dos propulsores se perdeu, a SpaceX conseguiu recuperar uma outra peça do Falcon Heavy: o bico da aeronave. Ele foi recuperado depois de reentrar na atmosfera do planeta e ter sua queda aliviada por redes a bordo de um barco. Só esse bico custa cerca de 6 milhões de dólares. Nem é preciso dizer que o pessoal de Elon Musk comemorou a façanha – essa foi a primeira vez que uma peça como essa não se perdeu e, agora, poderá ser usada em outras missões.

Compras na internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar


RECOMENDADO PARA VOCÊ