Como proteger seus eletrônicos corretamente em época de chuva

O prejuízo pode ser grande. Já pensou… perder uma TV nova, um ar condicionado ou até um computador por causa de uma simples pane elétrica? A situação é mais comum do que se imagina. E se você não quiser fazer parte dessa estatística, conheça quatro dispositivos que prometem ser os anjos da guarda dos seus eletrônicos em casos de surtos elétricos.

Em ambientes domésticos, o filtro de linha é a primeira opção - e também a mais barata. Além de conectar vários equipamentos ao mesmo tempo, o dispositivo conta com elementos internos que protegem o que estiver ligado nele em casos de variações bruscas de tensão ou excesso de corrente elétrica.

O problema é que escolher um filtro de linha confiável não é tarefa tão simples. Mas o principal é saber se ele conta com os dois elementos de nomes bastante complexos, mas funcionamento simples: fusível e varistor. Caso alguma coisa fuja do padrão, eles entram imediatamente em ação para desligar os equipamentos da rede. Tudo protegido! Mas infelizmente, as embalagens desse tipo de produto não costumam trazer muita informação além da tensão e potência máxima do produto. Ou seja, a única forma de descobrir se fusível e varistor estão ali dentro seria abrindo o filtro de linha. Sem chance! Ninguém em sã consciência vai fazer isso na loja, certo? Então, como faz?!…

Segundo a professora, um filtro de linha de boa qualidade custa a partir de 50 reais. Fuja de produtos muito mais barato que isso. A economia pode custar caro!

Um nível acima, o estabilizador, além de trazer todas as funções de um filtro de linha, ainda é capaz de garantir uma tensão estável e constante chegando aos aparelhos nele ligado. A proteção é ideal para máquinas mais sofisticadas e delicadas como alguns motores, por exemplo. É um equipamento um pouco mais caro; um estabilizador de boa qualidade custa entre 80 e 100 reais.

Investindo um pouquinho mais, você adquire uma caixinha vermelha como esta; o preço é equivalente ao do estabilizador. Instalado diretamente na caixa de energia da residência, o DPS (Dispositivo de Proteção Contra Surtos) protege ao mesmo tempo todos os eletrônicos da casa. O único inconveniente é que você vai precisar chamar um eletricista para fazer a instalação…

O último patamar em proteção contra surtos elétricos - mas aí já não tão indicado para residências - é o No Break. De novo, além de todas as funções do filtro de linha e, muita vezes inclusive do estabilizador, o No Break traz uma bateria interna para suprir a energia para os equipamentos nele conectados por um determinado tempo. Mas aí o custo já sobe pra casa dos 300, 400 reais…esta é a melhor opção se você não puder, de jeito nenhum, ficar no escuro ou com algum equipamento desligado.

Muita gente acha que só uma descarga elétrica extrema, como um raio por exemplo,  é que pode danificar os equipamentos dentro de casa; é mas se engana quem pensa assim…

Sabia que uma simples queda de energia pode causar muitos danos? Normalmente após uma queda de energia, esses enormes transformadores instalados nos postes, quando são ligados novamente, soltam um pico de energia inicial sem muito controle e, sim, isso também pode queimar um dos seus eletrônicos.

Alguns equipamentos mais modernos como TVs e computadores trazem um bom nível de proteção já embutido; seja nele próprio ou na fonte de energia que vai na tomada. De qualquer forma, é melhor não descuidar. E, para evitar aquela “dor no bolso”, é melhor pecar pelo excess de cuidados … fica a dica!

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.


RECOMENDADO PARA VOCÊ