Loja da Oppo no Paraguai fecha e caso chega ao fim: empresa não virá ao Brasil

A novela sobre a vinda ou não da chinesa Oppo à América Latina parece ter chegado ao fim: a Multishop, empresa que abriu uma loja da marca no Paraguai e se dizia representante da companhia no subcontinente, anunciou o fim das operações do estabelecimento em Ciudad del Este e deu uma explicação definitiva sobre o caso.

Em julho, durante a feira Eletrolar, empresários ligados ao Grupo Multishop anunciaram a chegada da Oppo à América Latina. Representando a gigante chinesa, a Multishop abriria uma loja em Ciudad del Este, na divisa do Paraguai com o Brasil, e de lá tocaria todas as operações na América Latina, incluindo o lançamento de celulares por aqui.

Pouco antes da abertura oficial da loja, no entanto, a Oppo negou vínculos com a Multishop e disse que não estava iniciando operações no Brasil. Na época, a abertura da loja e a festa de lançamento da marca por aqui acabaram canceladas, e desde então pouco foi falado sobre a Oppo latino-americana.

Agora a situação parece ter sido definida. Em um comunicado enviado à imprensa, a Multishop anunciou o fechamento da loja em Ciudad del Este, prometeu que vai continuar dando suporte aos clientes que compraram dispositivos, e deixou bem claro que, ao menos por enquanto, não haverá representação oficial da Oppo no continente.

"Em maio de 2018, nos reunimos com um representante da Oppo em Dubai e iniciamos um relacionamento comercial não-contratual, no qual foram discutidas as possibilidades de distribuição e venda dos produtos da Oppo no Paraguai e no Brasil. A partir dessa conversa, fizemos um pedido para a compra de smartphones Oppo e iniciamos os procedimentos necessários para registrá-los e vendê-los no Paraguai. Durante todo o processo, o Grupo Multishop e o agente da Oppo em Dubai interpretaram de forma diferente quais seriam as atividades de marketing e vendas que poderiam ser realizadas tanto no Paraguai quanto no Brasil. Claramente, houve um mal-entendido sobre o papel que o Grupo Multishop poderia desempenhar nos referidos mercados," diz o comunicado.

A Multishop diz ter entendido que poderia ser representante oficial, enquanto a Oppo considerava apenas uma potencial importadora, sem uso da marca Oppo ou a criação de um canal de vendas dos aparelhos.

A empresa diz que vai manter a importação e a venda dos aparelhos, mas sem uma loja oficial como havia sido planejado anteriormente. O comunicado ainda diz que a Oppo vai considerar recomendar a Multishop como canal preferencial de distribuição caso venha a entrar no mercado paraguaio ou brasileiro no futuro.

O Natal está chegando. Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ