Google entra com recurso para evitar multa bilionária na Europa

O Google entrou com um recurso para tentar reverter uma condenação na União Europeia por violar leis antitrustes. A empresa quer evitar a multa imposta por órgãos reguladores do Velho Continente, que cobram mais de 4 bilhões de euros (cerca de R$ 19 bilhões).

A condenação foi divulgada em julho e, apesar do Google ter dito na época que contestaria a decisão, a empresa só apresentou suas considerações sobre o caso nesta terça-feira, de acordo com o jornal The Wall Street Journal.

A União Europeia determinou que o Google teria 90 dias para encerrar as práticas consideradas anticompetitivas pelos órgãos reguladores, e o recurso foi registrado alguns dias antes do prazo terminar - o que dá algum tempo extra para a empresa tratar do caso.

De acordo com a União Europeia, o Google viola leis antitruste ao condicionar o uso da loja Google Play Store à inclusão de um pacote de apps da empresa, o que prejudicaria serviços concorrentes. Como Gmail e Chrome são pré-instalados em smartphones Android, usuários não buscam alternativas e acabam preferindo as opções do Google, segundo os reguladores europeus.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ