Cientistas detectam sinais de água em planeta potencialmente habitável

K2-18b é duas vezes maior que a Terra, e orbita uma estrela a 110 anos-luz de nosso sistema solar

Uma equipe de pesquisadores liderada por Angelos Tsiaras, um astrônomo no University College London, anunciou nesta quarta-feira (11) que encontrou sinais de vapor de água na atmosfera de K2-18b, um planeta rochoso que orbita a zona habitável da estrela K2-18, a 110 anos-luz da Terra.

A descoberta foi feita usando o telescópio espacial Hubble e é significativa pois indica que o planeta, que é duas vezes maior que a Terra e oito vezes mais denso, pode ter condições para sustentar vida. Até o momento, vapor de água tinha sido detectado na atmosfera de gigantes gasosos, similares a Júpiter, mas nunca em planetas rochosos dentro da zona habitável de uma estrela.

Para encontrar água, Tsiaras e sua equipe criaram um algoritmo para analisar dados de observações passadas da passagem (ou trânsito) do planeta em frente à sua estrela, feitas pelo Hubble. Nestes momentos cientistas conseguem identificar a “assinatura” de elementos químicos na luz filtrada pela atmosfera.

O próximo objetivo dos pesquisadores é identificar potenciais "marcadores" nas moléculas de água que possibilitariam determinar se K2-18b, e planetas similares, tem vida.

Fonte: Vice

Compras na internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar




RECOMENDADO PARA VOCÊ