Review do mouse HyperX Pulsefire Surge: muitas cores e alta precisão

Os mouses direcionados para o público gamer são customizáveis em resolução, gravação de macros, funções dos botões e até mesmo na iluminação. E o produto do review de hoje, o mouse HyperX Pulsefire Surge, tem todas essas características, mas tem um diferencial na iluminação.

Reprodução

Ele possui um anel de LED em volta do corpo no qual pode ser colorido de acordo com o gosto do usuário. Colorido é a palavra exata, pois no software de customização, há um item somente para alterar as cores do LED e do logotipo da HyperX, conforme mostra a tela abaixo. Todos os pequenos quadrados vermelhos se referem a uma parte do anel de LED nais quais podem ter as cores que o usuário preferir colocar. Basta usar o círculo de cores RGB e ir decorando todo o LED.

Reprodução

Software Ngenuine: uma das opções é customizar totalmente as cores do anel de LED do mouse

Mouse HyperX Pulsefire Surge: os recursos para jogos

Mais do que luzes coloridas que dão um efeito legal, vale destacar os componentes desse mouse da HyperX. Ele usa um sensor chamado Pixart 3389 com DPI nativo de até 16 mil pontos por polegada. Duvido que alguém precise tanto, mas ele fornece esse valor. A sensibilidade é muito alta. Também usa switches (chaves de contato) da marca Omron, uma das mais confiáveis, com capacidade para 50 milhões de cliques sem causar falhas.

Mouse HyperX Pulsefire Surge: design e acabamento

A HyperX fez um design bem clean para um mouse gamer. O Pulsefire Surge não tem formas diferentes, como exemplo, para apoiar o polegar ou botões espalhados para todo lado. Se virmos o mouse com o anel de LED apagado, podemos pensar tranquilamente que é um mouse comum. Isso não é ruim, pois o que importa é a ergonomia.

Nos testes, verifiquei que a mão se acomoda muito bem e, os botões não precisam de muita pressão para responder aos cliques, assim como a roda de scroll de telas, também é sensível para responder aos giros, sem perder a precisão.

Reprodução

A parte de baixo mantém o desenho clean, quase toda lisa, somente não é por causa das sapatas que ajudam o mouse a deslizar. Vale destacar que elas não são apenas adesivos, mas sim, feitas de plástico liso e resistente, e percebi que são fixadas fortemente na base.

O cabo tem 1,8 metro, suficiente para usar mesmo com o desktop no chão. Ele também é trançado em nylon, como a maioria dos mouses gamers e apresenta alta resistência. Tem seis botões no total, mas achei que poderia ter 7. Explico: há apenas um botão que muda a resolução em tempo real, localizado na parte de cima do mouse.

Reprodução

 

O problema de ter apenas um botão é que, se quisermos voltar à resolução anterior, temos que ir clicando até chegar nela novamente. E em uma partida online isso pode significar perder vidas. Há espaço para mais um botão, basta olhar o mouse de cima. E mais um argumento: os concorrentes principais costumam usar dois botões para alterar a resolução em tempo real.

Os dois botões que estão na lateral esquerda, que podem ser customizados para funções de jogos e até mesmo para softwares de uso para trabalho, estão bem posicionados, porém, logo abaixo deles, poderia haver também uma textura, de modo a oferecer mais segurança para o dedo polegar não escorregar nos momentos mais tensos de uma partida online. São pequenos detalhes, mas que podem fazer a diferença entre continuar na partida ou não.

Mouse HyperX Pulsefire Surge: desempenho

Como já dito, esse mouse usa um sensor de até 16 mil ppp (pontos por polegada) e comprovei essa sensibilidade nos jogos. Usei o Battlefield V e pude verificar a precisão dos movimentos e tempo de resposta dos tiros e seleção de objetos pela roda do mouse. É claro que não precisei usar os 16 mil ppp, e uma resolução ajustada para 3600 ppp já foi o suficiente para usar nesse jogo.

Também customizei os botões laterais para troca de armas e aqui fica mais uma ressalva: apesar de canhotos poderem usar esse mouse, pois o design é homogêneo, os botões só estão presentes no lado esquerdo. Então, canhotos, vocês tem aqui um belo mouse gamer, mas esqueçam esses botões.

O peso do mouse aliado a boa ergonomia foi ideal para manusea-lo no jogo sem problema, com as sapatas deslizando muito bem tanto na mesa quanto usando um mousepad com textura um pouco áspera.

Mouse HyperX Pulsefire Surge: software de configuração

O Ngenuine, software que configura os dispositivos da HyperX, é fácil de usar, muito intuitivo. Com a imagem do mouse desenhada na interface e indicando botões e LEDs, fica bem fácil identificar todas as funções. Um destaque fica por conta da alternância das resoluções do mouse pelo botão de atalho na parte de cima do mouse.

Reprodução

O software permite customizar até 6 resoluções e atribuir uma cor a cada uma delas

Para cada resolução escolhida (é possível configurar até 6), é possível escolher uma cor. Assim, conforme clicamos nesse botão, o anel de LED acende na cor escolhida para indicar a resolução. Isso facilita saber em qual resolução estamos durante uma partida. Também há a função de gravar macros, mais usadas em jogos de estratégia e RPG.

Mouse HyperX Pulsefire Surge: conclusão

Esse mouse é o mais avançado que a HyperX apresentou até o momento e ele faz jus à categoria gamer. Tem alta sensibilidade e pode ser ajustada facilmente pelo software. O acabamento é de alta qualidade, resistente tanto no corpo quanto nos botões e cabo. O design clean foi uma boa escolha, pois a ergonomia é ótima para a maioria dos tamanhos de mãos, mas poderia usar uma textura para um apoio mais seguro do dedo polegar em momentos de ações mais rápidas em partidas online. O diferencial de customizar as cores do LED que circunda o mouse pode não ter muita utilidade, mas, como todo produto gamer, é algo interessante para dar uma aparência e efeito único para esse mouse.

Mouse HyperX Pulsefire Surge: especificações completas

Ergonômico:

Simétrico

Sensor:

Pixart PMW3389

Resolução:

Até 16.000 DPI

Pré-definições de DPI:

800 / 1600 / 3200 DPI

Velocidade:

450ips

Aceleração:

50G

Botões:

6

Switches dos botões Esquerdo / Direito:

Omron

Durabilidade dos botões Esquerdo / Direito:

50 milhões de cliques

Retroiluminação:

RGB (16.777.216 cores)

Efeitos de luz:

Por tecla iluminação RGB1 e 4 níveis de brilho

Memória integrada:

3 perfis

Tipo de conexão:

USB

Polling rate (taxa de captação):

1.000Hz

Formato de dados USB:

16 bits/eixo

Coeficiente dinâmico de fricção:

0,13µ2

Coeficiente estático de fricção:

0,20µ2

Tipo de cabo:

Trançado

Peso (sem cabo):

100 g

Peso (com cabo):

130 g

Dimensões:

Comprimento: 120,24 mm


Altura: 40,70 mm


Largura: 62,85 mm


Comprimento do cabo: 1,8 m


Ficou interessado no produto? O aparelho avaliado nesse texto pode ser comprado na loja virtual do Olhar Digital, desenvolvida em parceria com o Magazine Luiza. Embora o Olhar Digital possa receber uma comissão nas vendas da loja virtual, a parceria com o Magazine Luiza não tem influência alguma sobre o conteúdo editorial publicado. Além disso, a disponibilidade do produto e o preço cobrado são de responsabilidade do Magazine Luiza.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ