Ex-executivo explica o que faz Sony proibir partidas do PS4 contra concorrentes

A Sony anda sendo bastante criticada por não permitir que jogadores no PlayStation 4 disputem partidas com donos de outros consoles. De acordo com Joe Smedley, antigo chefe da Sony Online Entertainment, o motivo do bloqueio é bem simples: dinheiro.

No Twitter, Smedley comentou a polêmica que ganhou força na semana passada, quando o extremamente popular "Fortnite: Battle Royale" foi lançado para Nintendo Switch com opção de partidas contra gamers no Xbox One, PC e celulares, mas não no PS4.

"Quando eu estava na Sony, o motivo interno para isso era dinheiro. Eles não gostavam de ver alguém comprando algo em um Xbox e usando em um PlayStation," explicou o executivo.

Já faz algum tempo que as empresas começaram a permitir que jogadores disputem partidas contra quem está em outra plataforma. A Sony até permite partidas de PS4 contra PC e celulares, mas nada de Xbox One ou Nintendo Switch.

Já os consoles concorrentes dão mais liberdade a seus jogadores, e partidas de games como "Fortnite" e "Rocket League" podem ser disputadas entre quem está em um Switch e um Xbox One.

No caso de "Fortnite", o bloqueio vai bem além de simplesmente não permitir partidas: jogadores que tentarem usar o personagem em outro console não conseguem usar a mesma conta no PlayStation 4.

Questionada sobre a prática, a Sony disse que existem "79 milhões de PS4 vendidos e 80 milhões de usuários mensais ativos na PlayStation Network," e a enorme comunidade de jogadores em seu console aparentemente deveria ser o suficiente, não havendo necessidade de quem está em outra plataforma ser adicionado às partidas.

Pelo jeito a fabricante japonesa não planeja mudar os planos, e o PS4 vai continuar separado dos concorrentes nas partidas online.

Compras na internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar




RECOMENDADO PARA VOCÊ