Crianças zeram a conta dos pais comprando jogadores no FIFA 19

Sem perceber, as crianças usaram todo o dinheiro disponível na conta de seus pais ao comprarem pacotes de jogadores em FIFA 19 para o Switch.

Para melhorar seu time no FIFA 19, é possível comprar pacotes sortidos com jogadores "surpresa", conteúdo só será revelado após o pagamento. Thomas Carter, pai de quatro filhos, descobriu da pior maneira que essas microtransações podem sair muito caro.

Após comprar um desses pacotes por £8 (aproximadamente R$37), ele não esperava que seus filhos memorizassem como ele fez a compra e, no período de um mês, gastassem mais de £550 (aproximadamente R$2590) em transações para conseguir mais jogadores no FIFA 19.

A peripécia das crianças só foi descoberta porque, ao tentar passar o cartão em um outro local, ele foi recusado por falta de saldo. O pai admite que não tomou todas as precauções para impedir que seus filhos fizessem compras em seu Nintendo Switch. Além disso, as compras demoraram para ser descobertas pois a conta de e-mail utilizada no Switch é antiga e caixa de entrada estava cheia.

Mesmo tendo parte da culpa, Carter não isentou a Electronic Arts, produtora do game, pelo ocorrido. Ele declarou: "Você paga 40 libras [R$ 188] pelo jogo, o que já é muito dinheiro em si, mas a única maneira de obter um bom time é apostando na sorte", disse ele, se referindo ao sistema conhecido como Loot Box, que vem causando muita polêmica. "Eles gastaram £550 e não receberam seu jogador favorito, Lionel Messi", completou.

O sistema de Loot Box oferece algum atributo dentro do jogo em troca de um pagamento em dinheiro. Assim como um sorteio, tudo se baseia na sorte do usuário. Isso pode ser bastante frustrante para alguns. Esse sistema sempre causou muitas discussões sobre sua legalidade, já que é classificado por alguns como um "jogo de azar", mas o fato é que esse mecanismo continua sendo explorado por diversos jogos e produtoras. 

Por sua vez, a EA se recusou a comentar o caso, mas forneceu um link para suas diretrizes sobre o controle de compras em seus jogos, e em como os pais podem colocar proteção para as transações envolvendo dinheiro real dentro do jogo. Com essa resposta, a empresa está se isentando da culpa e colocando-a no pai das crianças.

Como punição para as crianças, Carter disse que confiscou o console "indefinidamente". A Nintendo concordou em reembolsar todas as compras e removeu os jogadores que as crianças adquiriram. 

Via: BBC

Compras na internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar




RECOMENDADO PARA VOCÊ