Chip TPM deve acabar com a pirataria de jogos

Segundo o fundador da Atari, a tecnologia não deve funcionar, porém, para filmes e discos

atari

Para o fundador da empresa de videogames Atari, Nolan Bushnell, a pirataria de jogos eletrônicos está com os dias contados. Durante palestra em conferência anual da Wedbush Morgan Securities, na semana passada, Bushnell condicionou o fim das cópias ilegais a um chip: o TPM.
Segundo ele, o chip TPM está sendo integrado às próximas gerações de placas-mãe e dará resultado quando estiver bastante difundido no mercado. Mas a peça "milagrosa" não será capaz de deter a cópia ilegal de filmes e música. "Se você consegue ver e ouvir, você consegue copiar", disse Bushnell.
"Nós, da indústria dos games, vamos poder codificar dados com uma chave de segurança particular absolutamente possível de ser verificada. Isso vai permitir que mercados gigantescos se desenvolvam onde a pirataria tem sido um grande problema", disse, segundo relato do site "Games Industry.biz".



Compras na internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar




RECOMENDADO PARA VOCÊ