Wi-Fi público: entenda os riscos de usar o Wi-Fi fora de casa

O Wi-Fi continua a ser a salvação para muita gente. E não apenas porque ele economiza seu pacote de dados – o que pode ser essencial, especialmente para quem usa pré-pago – mas há outras vantagens de usar o Wi-Fi em vez da rede celular. Uma das principais é a bateria. Navegar pelo Wi-Fi consome bem menos  bateria que quando você faz o mesmo pela rede celular. Em alguns casos, a diferença é bem grande, podendo chegar a até 15% menos consumo. E esse número pode garantir que você ainda tenha um restinho de carga no final do dia. A boa notícia é que a oferta de redes públicas e gratuitas de Wi-Fi vem aumentando em várias cidades brasileiras.

Parece bem bacana, não, mas será que só tem pontos positivos? As redes públicas de Wi-Fi são úteis – é inegável. Mas, infelizmente, eles também podem representar perigos para sua segurança digital. Segundo os dados do relatório Norton Wi-Fi Risk Report, cerca de 58% dos brasileiros acreditam que suas informações pessoais estão seguras ao usar uma rede de Wi-Fi pública. Mas não é bem assim. 

Nas redes públicas, não há nenhuma garantia de que os roteadores estejam com algum tipo de protocolo de segurança ou que estejam protegidos por um firewall e senha de rede. Algumas redes sem fio gratuitas até pedem senha e cadastro, mas isso também não é nenhuma garantia, já que qualquer pessoa pode ter acesso a elas. 

Fique atento também às redes de Wi-Fi falsas. Às vezes, as pessoas já pressupõem que o nome da rede é o mesmo nome do estabelecimento em que estão. Mas, tem lugares que não seguem esse padrão e com isso, você pode estar acessando uma rede falsa, que serve apenas para atrair vítimas para golpes cibernéticos. 

Outro risco que você corre, quando estiver usando uma rede de Wi-Fi pública, são as práticas de phishing. O termo em inglês, que significa 'pescar', remete a armadilhas para pegar informações e dados importantes, por meio de mensagens falsas. Elas podem chegar a você por e-mail ou por mensagens no WhatsApp, por exemplo. Em geral, oferecem algum brinde ou falam de alguma promoção. Tudo para te convencer a clicar em algum link.

Você deve estar se perguntando: então, o que fazer? Será que é melhor nem entrar em Wi-Fi públicos? Dá para ficar protegido numa rede sem fio gratuita? 

É, nem tudo são notícias preocupantes nesse mundo do Wi-Fi. Aliás, ainda este ano, uma nova geração de rede sem fio chega ao Brasil: o Wi-Fi 6. Além de oferecer muito mais velocidade, o novo protocolo promete trazer mais segurança, pois os novos roteadores terão suporte à criptografia WPA3, que é uma camada de segurança a mais - que o padrão Wi-Fi atual não exige. Além disso, o Wi-Fi 6 promete suportar mais dispositivos conectados simultaneamente sem perda de desempenho. Ainda vai demorar para todos terem acesso a esse novo Wi-Fi, e muito mais para as redes públicas serem abastecidas por ele. Ou seja: por enquanto, quando for usar uma rede Wi-Fi pública, redobre a atenção. Não clique em links recebidos via e-mail ou por mensageiros instantâneos, como o WhatsApp. Importantíssimo: nunca acesse sua conta bancária usando uma rede dessas. Se você realmente precisar se conectar ao seu banco ou cartão de crédito, desligue o Wi-Fi e use os dados do seu pacote celular. É infinitamente mais seguro.

Compras na internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar


RECOMENDADO PARA VOCÊ

Últimos vídeos

Review Xiaomi Mi 9SE: bom desempenho, pouca bateria

Review Xiaomi Mi 9SE: bom desempenho, pouca bateria

21/08/19 10h48

A Xiaomi fez o seu retorno ao Brasil neste ano e trouxe consigo diversos aparelhos de seu catálogo, o que inclui, é claro, os seus... saiba mais