Testamos e comparamos: saiba qual é o melhor antivírus para Android

Tem quem ainda duvide, mas a gente não! É, sim, indicado usar uma solução de segurança para proteger seu dispositivo Android. O número de ataques contra o sistema operacional móvel do Google só cresce. Este é o quarto ano que comparamos antivírus para Android. Na Google Play Store existem centenas de aplicativos de segurança criados por diferentes desenvolvedores; muitos inclusive usam a mesma tecnologia; só têm “cara" diferente. Nós pesquisamos, contamos com o apoio da organização independente alemã AV-TEST e fizemos análises e comparações para definir o melhor de 2019.

Em uma enquete publicada no Facebook, perguntamos quais eram os principais antivírus para Android que nossos leitores queriam ver aqui no Laboratório Digital. Entre as 20 soluções mais bem avaliadas, as cinco mais votadas e escolhidas para o Laboratório Digital deste mês foram:  Avast Mobile Security; Kaspersky Internet Security; AVG Antivirus Free; McAfee Mobile Security; e Norton Mobile Security. A gente incluiu também o Google Play Protect, que já vem embutido no sistema operacional.

Nossas análises foram feitas sob a perspectiva de um usuário comum. Ainda assim, usamos como base testes mais complexos e específicos realizados por organizações independentes como a AV Comparatives e EV Tests. Os testes foram feitos em um Moto G7 Plus rodando Android 9.0. E, por último, para valida a proteção online, submetemos o dispositivo a sites potencialmente maliciosos listados pela organização PhishTank.

Interface

Nossa primeira parada é para avaliar a facilidade de uso de cada aplicativo. Avast e AVG são praticamente idênticos. Não é cópia. Na verdade, em 2016 a Avast comprou a rival, mas decidiu manter as duas soluções disponíveis no mercado. Os dois apps se resumem em uma única tela com um botão maior de varredura e outras quatro funções principais logo abaixo. O que incomoda na versão gratuita é a enorme quantidade de anúncios que, às vezes, chegam a ocupar quase toda a tela.

A tela principal do antivírus da Kaspersky mostra o nível de proteção do dispositivo e, logo abaixo, algumas opções extras. O ruim é que, além de a maioria das funções estarem disponíveis apenas na versão paga, para muita coisa você precisa criar uma conta antes para ter acesso. Mas na contramão da Avast e AVG, a solução Kaspersky é livre de anúncios.

Apesar do visual novo, o conceito do app da McAffe não foge muito do padrão: um grande botão e funções logo abaixo. Interessante é que na primeira utilização, a ferramenta solicita todas as autorizações necessárias para ser realmente efetiva na proteção. Legal é a aba de acesso rápido que fica disponível na tela do telefone… Por último, a solução da Norton é a menos visual de todas; é uma aparência bem “clean" com o “status" do aparelho todas as informações listadas logo abaixo. Diferente dos outros aplicativos, o Norton logo que você abre não pergunta nada e, de cara, já faz uma primeira varredura no seu dispositivo; o que agradou bastante. O antivírus Norton também é muito intuitivo e com todas as funções bem acessíveis. E é por isso que ele sai na frente nessa corrida…

Desempenho

Esta análise é bem difícil de ser feita. Aqui a gente avalia o impacto de cada antivírus no funcionamento do smartphone. Na nossa percepção foi praticamente impossível perceber qualquer alteração na performance do telefone com qualquer um deles rodando em segundo plano. E era isso mesmo o que a gente esperava. Curioso é que nossa percepção de usuário se reflete nos testes independentes; todos os aplicativos e soluções testados nesta edição do Laboratório Digital atingiram nota máxima em desempenho. Sendo assim, nenhuma delas deixa o smarphone lento, consomem muitos dados do seu pacote de internet ou alteram significantemente a autonomia da bateria. Um empate geral…

Eficácia

Claro, todos os testes são importantes, mas é hora de saber a capacidade de cada solução de realmente proteger o smartphone. Nesta avaliação, usamos apenas um antivírus instalado por vez no aparelho. Após uma varredura inicial, tentamos baixar aplicativos específicos que simulam diferentes malwares e que deveriam ser imediatamente bloqueados; baixamos também arquivos com códigos que simulam vírus e, por último, acessamos uma página que, segundo a instituição PhishTank, foi constatada como maliciosa pela prática de phishing.

Bom, o Google Play Protect - que muita gente questiona - só serve mesmo para identificar alguns sites maliciosos. Mas a tal proteção nativa do Android não é capaz de bloquear nenhum malware. No ranking da AV-Test, o Google Play Protect tirou nota ZERO em proteção!

As outras soluções, todas bloquearam as possíveis ameaças tanto já instaladas no smartphone quanto na hora de tentar baixá-las da Play Store também. Mas há uma diferença. Avast e AVG identificam a ameaça logo que você clica em download, assim como o antivírus da McAfee. A solução da Kaspersky demorou um pouco para pegar os supostos malwares e só conseguiu identificar as ameaças depois do download e instalação. Na outra ponta, a melhora solução neste caso é a oferecida pela Norton, que é capaz de avaliar a idoneidade e segurança de um app ainda na Play Store sem necessidade de qualquer ação do usuário. Vale destacar que a versão que a gente baixou do app Avast está com um erro que não permite solucionar os problemas encontrados. Ou seja, ele identifica as ameaças, mas não as elimina. Certamente, um erro na versão que deve ser rapidamente corrigido.

E quando a gente acessou sites com códigos maliciosos e indicados como prática de phishing, quase todos funcionaram muito bem; até o Google Play Protect.

Extras

A função anti-roubo está disponível em todos os aplicativos - inclusive no Google Play Protect. Através dela, é possível localizar o aparelho via GPS e até bloquear ou apagar remotamente as informações do smartphone. Com exceção da solução nativa do Android, todos trazem bloqueador de chamadas e contam também com um bloqueador de aplicativos para maior segurança.

Preço

Nem todos os serviços testados são 100% gratuitos; como dissemos há pouco, existe um preço para ter acesso a algumas funções extras - muitas delas, muito interessante. Na nossa opinião, vale o investimento. As licenças anuais do Avast, AVG e Norton custam apenas 37 reais por ano cada uma! No Kaspersky o plano anual é ainda mais barato: 30 reais; já o McAfee é bem mais caro: cobra, também no plano anual, 115 reais.

Conclusão

O Google Play Protect, claro, fica na última posição. A função nativa do Android sequer compete com as outras soluções de segurança. Ainda assim, nossa sugestão é que você deixe a opção sempre ativa, mas combinada com um antivírus dedicado. Em um patamar mais elevado, mas um pouco atrás dos seus rivais ficou a solução da McAfee. Apesar de ser bem popular, o aplicativo é mais pesado que os outros. Além disso, a interface é um pouco ultrapassada.

Em terceiro lugar ficou a solução da Kaspersky; fator decisivo foi que muitas funções importantes como anti-phishing, por exemplo, só estão disponíveis na versão paga do aplicativo. Outra coisa que deixou a opção um pouco atrás dos outros é o certo atraso para identificar aplicativos possivelmente maliciosos. Em segundo lugar, um empate de empresas irmãs: Avast e AVG; é praticamente a mesma solução. A gente relevou o probleminha no app da Avast, afinal não é de hoje que a companhia é uma das mais importantes no segmento de segurança digital do mundo. Os dois aplicativos são super eficazes e atingem nota máxima em proteção também. Os apps contam, ainda, com bloqueador de chamadas e aplicativos, limpeza de arquivos, escaneador de Wi-Fi e cofre de fotos.

E o grande vencedor do Laboratório Digital de Antivírus para Android de 2019 é o Norton Mobile Security. A solução oferece excelente proteção contra malware, e seus recursos de bloqueio de chamadas, bloqueio de texto e backup de contatos são gratuitos, assim como a função antirroubo. O aplicativo foi o mais rápido na varredura inicial; sem a necessidade de sequer clicar na tela para dar início. Os 37 reais por ano se justificam principalmente pela funcionalidade "App Advisor", que verifica o software e os aplicativos ainda durante a busca na Google Play Store em busca de riscos de segurança e privacidade. Com praticamente 100% de eficácia nas avaliações dos laboratórios independente, leveza e rapidez, é o campeão da categoria.

E você? É usuário de Android? Já tem uma solução para proteger o seu aparelho? Usa algumas das testadas neste Laboratório? Concorda com a nossa decisão? Deixe seus comentários e lembre-se: é melhor cuidar!

NOTA: Após a publicação deste Laboratório Digital, a Avast se pronunciou sobre o "bug" citado nos testes. Em nota oficial a empresa afirmou que "infelizmente, esse é um bug que ocorre apenas na versão 9 do Android (Pie). Nossos desenvolvedores estão atualmente trabalhando para resolver o problema".

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.


RECOMENDADO PARA VOCÊ