Golpes no Free Fire prometem moedas e entregam aplicativos lotados de códigos maliciosos

Para ceder o presente de grego, links mal-intencionados induzem os usuários a se inscrever em canais do YouTube

O Free Fire, popular jogo de battle royale para Android e iOS, sofre com uma onda de propagandas enganosas. Um laboratório da PSafe especializado em cibersegurança, o dfndr lab, identificou nos últimos 30 dias oito golpes que oferecem diamantes (moeda do jogo) grátis aos jogadores. Os links fraudulentos instigam os usuários a se inscrever em uma lista de canais do YouTube e enviar o anúncio para, no mínimo, cinco contatos no WhatsApp.

As páginas somam mais de 300 mil acessos e compartilhamentos até o momento. Elas redirecionam os jogadores para outras janelas de publicidade mal-intencionada (os chamados adwares), que incentivam o download de outros aplicativos suspeitos. Estes podem vir equipados com malwares que prejudicam o sistema do aparelho e podem até mesmo roubar dados do usuário.

Segundo Emilio Simoni, diretor do laboratório, é muito comum que crimes cibernéticos se aproveitem de de games e aplicativos de grande apelo popular e os utilizem como isca. “O objetivo é sempre motivar as pessoas a agir pelo impulso de conseguir alguma vantagem e, assim, adquirir um produto ou serviço que deseja.”

O especialista alerta para manter o ceticismo nessas situações, uma vez que ofertas estrondosamente vantajosas, muito provavelmente, querem enganar e lesar o usuário. Simoni recomenda a adoção de medidas de segurança, tais como verificar se o link é verdadeiro ou não e manter o recurso de detecção de phishing (uso de sites falsos para roubo de informações pessoais) ativado nos celulares.

Compras na internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar




RECOMENDADO PARA VOCÊ