Fraude permite a motoristas de Uber driblar GPS e faturar mais com corridas

Chamada de 'Treme Treme', a técnica faz a Uber calcular errado o valor da corrida, causando sobrepreço

Não é de hoje que motoristas de Uber procuram por formas de maximizar o ganho com suas corridas, e algumas das técnicas muitas vezes ultrapassam o limite do ético. Desta vez, foi descoberto um método conhecido como “Treme Treme”, que permite multiplicar consideravelmente o custo final de uma corrida.

Como informa a BandNews FM, a técnica passa por colocar o celular no modo de economia de energia, o que afeta diretamente o funcionamento do GPS do dispositivo. Com isso, o modo de alta precisão de localização é desativado, e no lugar o aparelho passa a registrar uma localização aproximada, o que afeta diretamente como a Uber calcula o valor da corrida. Essa instabilidade na medição do GPS dá o nome à técnica “Treme Treme”.

Quando isso acontece, o usuário não percebe a diferença, já que o caminho até o destino final é percorrido normalmente. As voltas extras são dadas apenas virtualmente, e o estrago só é percebido quando a corrida é encerrada e o valor final é cobrado. Alguns relatos de motoristas online dizem que a quantia chegou a quadruplicar quando aplicaram o Treme Treme.

Tudo indica que a técnica já é bastante conhecida entre os motoristas, sendo amplamente discutidas em grupos de WhatsApp e em canais do YouTube direcionados aos condutores da Uber.

Quando procurada, a Uber diz que tenta evitar esse tipo de utilização da plataforma e mantém equipes e tecnologias que têm como objetivo encontrar essas viagens suspeitas e outras violações dos termos de uso. A empresa conta que, quando uma fraude é detectada, o motorista envolvido pode ser descredenciado da plataforma.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ