99 disponibiliza ferramenta contra assédio em viagens

Empresa de mobilidade privada lançou oficialmente hoje, 19, a ferramenta, que rastreia comentários e avaliações de usuários ao final das corridas para identificar automaticamente denúncias de assédio

A 99, da companhia chinesa Didi Chuxing, já havia anunciado o desenvolvimento de um sistema de identificação de possíveis casos de assédio. O projeto surgiu em razão do aumento de violências contra mulheres em viagens pelo aplicativo.

Hoje, a empresa lançou a ferramenta oficialmente. A ideia é aumentar a segurança das viagens e, para isso, o sistema vai aplicar um rastreador de comentários e avaliações de usuários, feitos ao final das corridas, para identificar denúncias de assédio automaticamente. O mecanismo já funciona no Paraná.

Segundo a 99, a tecnologia pode reconhecer palavras e contextos que indiquem assédio a partir da análise de comentários e avaliações. Em seguida, as mensagens serão analisadas por uma equipe, que vai avaliar os detalhes da ocorrência e tomar as providências necessárias. As consequências podem ser o bloqueio do motorista no aplicativo e até o encaminhamento do caso para investigação policial.

A tecnologia foi desenvolvida em parceria com a consultoria Think Eva, um braço da organização feminista Think Olga, que desenvolve estratégias e projetos para empresas interessadas em promover a igualdade de gênero. Vale notar que o recurso será melhorado por meio de inteligência artificial.

Além do sistema, a empresa recebe denúncias por um canal específico para incidentes de segurança: o 0800-888-8999. Os atendentes recomendam centros de ajuda, que incluem até assistência jurídica e psicológica. Quando as vítimas são mulheres, o atendimento é exclusivamente feminino.

Compras na internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar




RECOMENDADO PARA VOCÊ