Moto G5 Plus ou Galaxy J7 Prime: veja o comparativo

O Moto G está eternamente na lista dos celulares mais queridos e procurados pelo brasileiro, mas ele não é o único. A quinta geração do celular da Lenovo/Motorola tem uma competição de peso entre os modelos mais buscados no mercado, segundo ranking do site de comparação de preços Zoom.

O rei do momento já há alguns meses é o Galaxy J7 Prime, um intermediário de respeito produzido pela Samsung, que tem um preço um pouco mais alto do que o Moto G5 e basicamente idêntico ao Moto G5 Plus.

Mas, entre o J7 Prime e o G5 Plus, qual é a melhor opção para quem está procurando um novo celular? É o que vamos discutir a seguir.

Desempenho

Essa parte da disputa é interessante, porque o celular da Samsung tem 3 GB de memória RAM, enquanto o G5 Plus tem apenas 2 GB. Em compensação, o processador do Moto G é um Snapdragon 625, que está no patamar de dispositivos como o Zenfone 3 e o próprio Moto Z Play, o que coloca o aparelho acima do J7 Prime e seu Exynos 7870. Inclusive, o teste de benchmark AnTuTu dá cerca de 20 mil pontos a mais para o Moto G na comparação com o J7 Prime.

O Moto G5 Plus leva a vantagem, com maior potência para realização de tarefas e execução de jogos.

Bateria

A comparação aqui é numérica. Enquanto o Moto G5 Plus apresenta uma bateria de 3.000 mAh, o Galaxy J7 Prime tem uma bateria de 3.300 mAh. Assim, as duas são parecidas, mas o celular da Samsung acaba levando uma pequena vantagem.

Ponto para o J7 Prime.

Software

Aqui a Motorola costuma levar vantagem sobre toda a concorrência, e não apenas dos modelos da Samsung. A aposta do Moto G5 Plus em um Android puro, fácil de atualizar, tornando updates mais ágeis, sem adição de aplicativos desnecessários, representa uma eterna vantagem sobre a TouchWiz vista nos aparelhos da Samsung, que normalmente sofre para receber atualizações, além da interface carregada e o excesso de apps pré-instalados.

Ponto para o Moto G5.

Câmera

Do lado do Moto G5, o sensor principal tem 12 megapixels com abertura f/1.7, enquanto o frontal tem 5 megapixels. Enquanto isso, O J7 Prime tem um sensor frontal de 13 megapixels com abertura f/1.9 e frontal de 8 megapixels. A diferença não é muito grande; ambas são câmeras intermediárias que entregam bons resultados em situações de boa iluminação, mas que vão te lembrar dos seus limites se você tentar exigir um pouco mais.

É, portanto, um empate.

Tela

O Moto G5 Plus apresenta uma tela de 5,2 polegadas com resolução de 1.920 x 1.080. Enquanto isso, o Galaxy J7 Prime tem um painel de 5,5 polegadas, com a mesma resolução e a mesma tecnologia LCD. Infelizmente, a Samsung não aplicou suas excelentes telas Super AMOLED neste celular, tornando a competição um pouco mais próxima.

Assim, o Moto G5 pode até ter uma densidade maior de pixels, mas não é uma diferença perceptível. Empate.

Design

Os dois aparelhos possuem algumas características similares, com corpo metálico e design fino. A diferença é que o Galaxy J7 Prime utiliza um pouco melhor a parte frontal do dispositivo, enquanto o Moto G desperdiça uma boa parte do espaço que poderia ser aproveitado com um painel maior e bordas gigantes que fazem com que o aparelho pareça ter saído de 2012.

Ponto para o Galaxy J7 Prime.

Conclusão

Os dois celulares são parecidos, o que se reflete neste comparativo, com dois pontos positivos para cada lado e dois empates. Neste caso, não há um vencedor muito claro, portanto. Se você valoriza celulares potentes tecnicamente, o Moto G5 Plus é melhor; se você quer uma bateria mais duradoura, o J7 é a opção. Se software atualizado é mais importante, o Moto G tem mais chances de se manter em dia com o Android por mais tempo, mas ao mesmo tempo o J7 é mais bonito.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ