Busca

Apenas em Carros e Tecnologia Em todo o site

Intel e líderes automotivos definem regras para carros autônomos

Audi, BMW, Fiat Chrysler Automobiles e Volkswagen assinaram com a Intel documento que estabelece 12 princípios de segurança que veículos autônomos devem seguir

Na era da internet das coisas e da inteligência artificial, montadoras de carros e empresas de mobilidade apostam cada vez mais em pesquisa e testes de veículos autônomos (VA). Apesar disso, enquanto especialistas do ramo automobilístico consideram que a tecnologia estará presente de forma massiva no futuro, entre os cidadãos comuns ela não é tão bem-vinda. Isso se deve a acidentes e falhas que envolvem o software do VA e fazem questionar a precisão e a segurança do sistema.

Pensando nisso, a Intel e mais dez líderes do setor de tecnologia automotiva lançaram nesta terça-feira (2) o primeiro documento para regulamentar o desenvolvimento de VAs. O relatório, inédito, "Safety First Automated Driving" (Segurança em primeiro lugar para condução automatizada, em tradução livre), propõe 12 princípios de segurança que todos os carros autônomos devem seguir.

As normas tratam, principalmente, de como a indústria deve monitorar e reportar padrões de segurança ao construir e operar carros autônomos. Isso inclui: operação segura, domínio de design operacional, responsabilidade do usuário, interdependência entre o operador do veículo e o sistema automatizado, avaliação de segurança, registro de dados, segurança passiva, avaliação do comportamento no trânsito. A Intel considera o documento importante porque diretrizes de segurança são essenciais para permitir o avanço dos carros autônomos nas vias públicas.

Reprodução

As empresas Aptiv, Audi, Baidu, BMW, Continental, Daimler, Fiat Chrysler Automobiles, Here Technologies, Infineon e Volkswagen participaram da criação do documento, que tem mais de 100 páginas. A intenção é regularizar "o projeto, o desenvolvimento, a verificação e a validação de segurança de veículos automatizados", segundo comunicado da Intel.

"A colaboração da indústria na segurança de veículos automatizados é fundamental para um futuro autônomo seguro e responsável. Esperamos ansiosamente a colaboração com outros parceiros do setor nessa estrutura", diz Jack Weast, engenheiro sênior da Intel e vice-presidente de Padrões de Veículos Automatizados da Mobileye.

O conteúdo tem como base o modelo de princípios para decisões que envolvem VAs da Intel, conhecido como Segurança Sensível à Responsabilidade (RSS). O RSS foi proposto em 2017 como ponto de partida para a indústria se alinhar sobre o que significa dirigir com segurança com um carro autônomo. Ele inclui um conjunto de fórmulas matemáticas baseadas em noções humanas como forma de "entender, prever e gerenciar os VAs e ajudar a garantir que eles estejam em conformidade com as regras da estrada".

O movimento da indústria automotiva para estabelecer diretrizes vem em um momento em que a tecnologia de carros autônomos enfrenta mais pressão do governo americano. O Departamento de Transportes dos EUA tem trabalhado para estabelecer regras em nível federal, enquanto os estados determinam suas próprias e variadas exigências.





Primeiro carro elétrico a receber prêmio de segurança
Carro elétrico recebe prêmio de segurança máxima pela primeira vez
A primeira moto elétrica da Harley-Davidson
CET testa tecnologia de fiscalização de Zona Azul em São Paulo
99 testa viagens com carros elétricos em Curitiba
Carro da Tesla explode depois de colidir com caminhão
Novo Chevrolet Cruze Premier possui Wi-Fi nativo a bordo
Carros autônomos começam a operar em Nova York
Veículos autônomos chegam à cidade de Nova York
Hyundai mostra primeiro carro com painel solar no teto
Japão realiza teste com carro voador
Pesquisadores da USP vencem desafio internacional de carros autônomos
Carros autônomos hackeados causariam cenário caótico, diz pesquisa
Câmera de vigilância de um Tesla Model 3 grava homem arrombando carro
Amazon vai entregar pedidos no porta-malas de carros da Honda
Tesla vai consertar falha de funcionamento do 'Dog Mode'
Ônibus autônomo vai circular em Brasília ainda este ano
Carros elétricos vão gerar novos empregos
Estacionamento autônomo deve aposentar manobristas no futuro
Ônibus autônomo atinge pedestre durante teste na Áustria
Empresa cria menor dispositivo Lidar do mercado
Evija é o primeiro hipercarro 100% elétrico da Lotus
Inteligência Artificial sabe quando motorista quer música ou ar frio
Radares a laser mais baratos
Inteligência artificial pode preservar baterias de carros elétricos
Mercedes vai lançar SUV elétrico no Brasil em 2020